Toponímia religiosa de tradição católica na denominação dos municípios brasileiros: passado e presente

Autores

  • Ana Paula Mendes Alves de Carvalho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Palavras-chave:

língua, cultura, sociedade, toponímia religiosa, municípios brasileiros

Resumo

Vinculado ao projeto Atlas Toponímico do Estado de Minas Gerais (ATEMIG) e orientado pelos pressupostos teóricos da Onomástica, este trabalho tem como objetivo apresentar resultados da pesquisa de pós-doutoramento, em que se observou, por meio de uma análise diacrônica, a presença da devoção religiosa de tradição católica, na denominação dos 5.570 municípios brasileiros. Nessa perspectiva, a partir da consulta à base de dados do IBGE, fez-se o levantamento de todos os municípios que têm (ou tiveram), em algum momento de sua história, nomes de santos e santas (hagiotopônimos), bem como nomes relativos às invocações da Nossa Senhora (mariotopônimos); o que, em terras brasileiras, configura-se como uma herança portuguesa, preservada ao longo das gerações, como um verdadeiro patrimônio sócio-linguístico-cultural.

Downloads

Publicado

2022-09-28

Edição

Seção

Trabalhos do II SIPAT 2021