As motivações toponímicas das cidades potiguares

Autores

  • Eliene Carvalho da Silva Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • Edmar Peixoto de Lima Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Toponímia, léxico, denominações, cidades

Resumo

O objetivo deste trabalho consiste em discutir as motivações evidenciadas nas denominações das cidades do Estado do Rio Grande do Norte, considerando as informações publicizadas no site oficial do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE Cidades. Intentamos responder à seguinte indagação: de que maneira essas escolhas lexicais são influenciadas pelos fenômenos culturais da região? A pesquisa fundamenta-se nos pressupostos teórico-metodológicos da Semântica e da Toponímia, sobretudo, nas contribuições do modelo taxionômico de Dick (1990). Os resultados indicam que as denominações das cidades são motivadas, semanticamente, tanto pelas taxionomias de natureza física quanto antropocultural. Vale salientar que a taxe do antropotopônimo, de natureza antropocultural, e o hidrotopônimo, de natureza física, são as duas taxes que mais se destacam no corpus.

Downloads

Publicado

2022-09-28

Edição

Seção

Trabalhos do II SIPAT 2021