Associação entre rotas fluviais e terrestres na ligação entre o litoral e os sertões de Minas Gerais

  • Patrícia Gomes da Silveira Colégio Pedro II
Palavras-chave: rios, circulação, redes, América portuguesa, Geografia Histórica

Resumo

No apartado espaço colonial, os rios condicionaram o traçado, a alternância e a predominância de algumas rotas. Neste artigo analisamos a associação entre rotas fluviais e terrestres que abriram e ampliaram a circulação entre o litoral e os sertões de Minas Gerais no século XVIII. Esse recorte temporal justifica-se pela recuperação de informações de arquivo que nos possibilitaram analisar determinados trechos das principais rotas que articularam litoral e sertão a partir da descoberta de ouro nas minas gerais. Percebe-se nesta análise que a rede de drenagem foi o quadro natural que orientou e permitiu a circulação, sendo esta apoiada em aglomerados. A associação dos caminhos fluviais com os terrestres viabilizou os deslocamentos responsáveis por articular um diversificado e amplo conjunto de núcleos de povoamento e que evidenciam a constituição de uma rede de circulação no passado.

Publicado
2021-09-25
Seção
Artigos