IBGE lança novo número da Revista Brasileira de Geografia (v.61 n.2)

2017-03-31

O IBGE lança, hoje, o volume 61, n. 2 da Revista Brasileira de Geografia (RBG), que conta com três artigos de pesquisa e uma nota técnica, selecionados entre aproximadamente 35 trabalhos recebidos.

O primeiro artigo - Geossistemas e Geografia no Brasil, de Lucas Costa de Souza Cavalcanti e Antônio Carlos de Barros Corrêa, da Universidade de Pernambuco - trata dos aspectos conceituais e metodológicos da teoria dos geossistemas, que são estudos integrados caracterizados pela leitura da paisagem como uma construção humana, mas também condicionada pela natureza. Pautado na biografia e trajetória de grandes pesquisadores, como Sochava (1905-1978) e de Bertrand (1932-), o trabalho faz um retrospecto e uma análise da história do pensamento e da aplicação dessa área do conhecimento.

Intitulado Pintura de paisagem e a formação da ciência geomorfológica nos Estados Unidos durante o século XIX, o segundo artigo - de autoria de Antônio Carlos Vitte e Maira Kahl Ferraz, da Unicamp - tem como objetivo demonstrar a relação entre a ciência, no caso, a geomorfologia, e a arte (pintura), durante a expansão da fronteira para o oeste nos EUA.

Escrito por Marcelo Paiva da Motta e Ronaldo Cerqueira Carvalho, pesquisadores do IBGE, o terceiro artigo - Redes de sedes e filiais de empresas no Brasil - tem como tema central a Geografia dos fluxos, um das linhas de pesquisa do instituto. À luz da teoria dos Fluxos Centrais de Peter Taylor, o trabalho faz uma análise dos movimentos de comando e controle dos centros urbanos sobre o território nacional, através das interações estabelecidas entre sedes e filiais de empresas.

A RBG traz, ainda, a nota técnica Precisão Altimétrica de Modelo Digital do Terreno sob a Vegetação, obtidos por Interferometria de Radar de Abertura Sintética de Banda P, de autoria de Clovis Gaboardi e Dieter Lübeck, da empresa Bradar Aerolevantamento. Revelando os avanços tecnológicos em apoio às análises em geomorfologia e ciências afins, o estudo pretende dar um subsídio metodológico à precisão altimétrica.

Editada pelo IBGE entre 1939 e 2006 e retomada no ano passado, a Revista Brasileira de Geografia é uma publicação científica em meio eletrônico de periodicidade semestral. A submissão de trabalhos é contínua e está aberta a pesquisadores de instituições nacionais e internacionais, inclusive do IBGE.